quarta-feira, 11 de abril de 2018

Sabia que Budapeste nasceu da fusão de duas cidades? Em 1873 a capital da Hungria foi fundada após a união da cidade de Buda (na margem...

9 RAZÕES PARA VISITAR BUDAPESTE

Sem comentários:
 


Sabia que Budapeste nasceu da fusão de duas cidades? Em 1873 a capital da Hungria foi fundada após a união da cidade de Buda (na margem direita do rio Danúbio) com Peste (na margem esquerda).
É uma das mais belas capitais europeias e também uma das mais visitadas. E hoje eu vou mostrar-vos 9 boas razões para visitarem Budapeste. Venham daí comigo conhecer esta bela cidade.

1- Bastião dos Pescadores

Bastião dos Pescadores
Uma das principais atrações de Budapeste, o Bastião dos Pescadores (também conhecido como Halászbástya) foi construído no século XIX como um observatório que oferece vistas incríveis da cidade. Com torres de conto de fadas, este castelo vai fazer você sentir-se como se pertence-se à realeza. É o lugar perfeito para começar a explorar a cidade e tirar algumas fotos.

2- Parlamento de Budapeste

Parlamento de Budapeste

É talvez um dos edifícios mais bonitos e impressionantes que tive o prazer de ver até hoje, falo-vos do Parlamento de Budapeste. É o terceiro maior parlamento do mundo, atrás do de Bucareste (Roménia) e de Buenos Aires (Argentina). Foi construído entre 1884 e 1902 e possui cerca de 700 salas ao longo dos seus 268 metro sde comprimento e 118 metros de larguras.
É arrepiante visto de perto mas igualmente arrebatador quando se vê do outro lado do rio. Não perca!


Parlamento de Budapeste.

3- Passeio de barco pelo Danúbio


A melhor maneira de conhecer todas as principais atrações de Buda e Peste é fazer um passeio de barco pelo rio Danúbio. Daí terá uma vista fantástica do Parlamento, do Castelo Real, da Colina Gellért, da Ponte das Correntes, da Ponte da Liberdade, do Teatro Nacional e do Palácio das Artes. Você também verá inúmeros outros detalhes da cidade. Imperdivel.

4- Visita ao Grande Mercado Municipal

Foto da fachada do Grande Mercado Municipal
Para provar a culinária local, pare no Grande Mercado Municipal (também conhecido como Nagycsarnok). Foi construído em 1897 e está localizado mesmo no final da Váci Utca, ao lado da Ponte da Liberdade. Passeie pelo corredor para encontrar comida e outros produtos locais. O mercado está aberto de segunda a sábado.

5- Banhos termais

Banhos Széchenyi (foto retirada de: https://www.huffpostbrasil.com/entry/best-pools_n_7645602)

Edifícios dos Banhos Széchenyi


Budapeste é conhecida pelos seus banhos termais. Se poderem visitar pelo menos um deles, eu aconselho os Banhos Széchenyi. A água é aquecida para que possa usufruir da experiência em qualquer altura do ano. Se quiser uma experiência verdadeiramente única, aventure-se numa "Sparty", uma festa de spa organizada nos banhos de Széchenyi na maioria dos sábados durante os meses de verão. O lugar ganha vida com luzes, DJs e muitas bebidas.


6- Casa do Terror

Fachada da Casa do Terror (foto de: https://www.budapest.com)
Coloque no seu plano passar uma tarde a caminhar pelos corredores da Casa do Terror (Terror Háza). É um museu destinado a lembrar as vítimas dos regimes nazi e comunista que controlaram a Hungria no século XX. Instalado na antiga sede do partido nazi e líderes comunistas, o museu fica no local onde muitas pessoas sofreram abusos e outras tantas acabaram por morrer. A arquitetura exterior demonstra que o interior é pesado, mas muito interessante.

7- Memorial "Sapatos nas margens do Danúbio"


Continuando na temática do regime nazi. Quem visita Budapeste não pode deixar de passar no monumento dos sapatos na margem do Danúbio.
Estima-se que mais de 200 mil judeus foram fuzilados e os seus corpos atirados ao rio. As pessoas eram obrigadas a tirar os sapatos que ficavam assim na margem. Foi desta forma que, em 2005, os artistas Gyula Pauer e Can Togay se lembraram de criar uma pequena homenagem às vítimas, colocando cerca de 60 pares de sapatos em ferro, de todos os tamanhos e feitios (sapatos de homens, mulheres e crianças) junto ao rio.
É um momento sensível e carregado de emoção mas que, na minha opinião, não devem perder.





Memorial dos sapatos

8- Igreja de Santo Estevão

Igreja de Santo Estevão
A maior igreja da Hungria, a Basílica de Santo Estevão, tem de figurar na sua lista de coisas para ver em Budapeste. Este monumento contém alguns dos tesouros mais sagrados da Hungria e levou mais de 50 anos para ser construído. Aprecie a arquitetura ornamentada e aventure-se até a cúpula para ter uma visão abrangente da área ao redor.

9- Praça dos Heróis



Situada num dos extremos da popular Avenida Andrássy encontra-se a Praça dos Heróis, uma das mais famosas e movimentadas da cidade. Esta praça icónica foi construída em 1896 para marcar o milésimo aniversário da Hungria. Hoje é cercada pelo Museu de Belas Artes e pelo Palácio das Artes. Tire algum tempo para percorrer a praça antes de visitar um desses museus. 
Na praça também se encontra a Coluna do Milénio, um monumento construído para homenagear as sete tribos magiares que fundaram a Hungria há mil anos atrás. A coluna, coroada pelo Arcanjo Gabriel, mede 36 metros de altura.

Acreditem que fica muito por dizer sobre Budapeste mas acho que estas 9 razões são uma óptima introdução à cidade. Vão até lá e sejam felizes.




Sem comentários:

Enviar um comentário